Atendimento ao cliente

11 2894-9991 / 2894-9992

leac@leaclab.com.br

KIT ELISA

Proteína Ácida Fibrilar Glial (GFAP) Camundongo

Glial Fibrillary Acidic Protein (GFAP)

Informação:

A proteína ácida fibrilar glial (GFAP) é uma proteína que é codificada pelo gene GFAP em seres humanos.

A proteína ácida fibrilar glial é uma proteína de filamento intermediário (IF) que é expressa por numerosos tipos celulares do sistema nervoso central (SNC) incluindo astrócitos e células ependimais. 

Existem múltiplos distúrbios associados à disfunção de GFAP, e o prejuízo pode causar a reação das células gliais de forma prejudicial. Cicatriz glial é uma conseqüência de várias condições neurodegenerativas. A cicatriz é formada por astrócitos interagindo com tecido fibroso para restabelecer as margens gliais em torno do núcleo central de lesão e é parcialmente causada por up-regulation de GFAP. Outra condição diretamente relacionada ao GFAP é a doença de Alexander, uma doença genética rara. 

Notavelmente, a expressão de algumas isoformas GFAP tem sido relatada por diminuir em resposta a infecção aguda ou neurodegeneração. Adicionalmente, a redução na expressão de GFAP também foi relatada na encefalopatia de Wernicke. Diminuições na expressão de GFAP foram relatadas na síndrome de Down, esquizofrenia, transtorno bipolar e depressão.
 

Espécie: Camundongo


Formato: ELISA


Tipos de mostras: soro, plasma, homogeneizado de tecido, sobrenadante de cultura celular e outros fluídos biológicos.


Intervalo de Curva: 7.8-500pg/mL


Sensibilidade:  3.1pg/mL

Entre em contato!

Preencha os campos abaixo e
aguarde nosso retorno.